wandon-2-4

Este é o Wandson, com a sua estradeira à saída da Megastore do Palácio, onde foram para fazer…

Esqueçam lá o Wandson, porque o que interessa aqui é a bicicleta. É que esta foi uma peça importante para pôr a engrenagem da Velo Culture em movimento.

A menina chama-se Tai e foi por não ter onde comprar coisas bonitas para ela que o Lau se juntou ao resto da duendagem, que tinha problemas semelhantes, para avançar com esta ideia mais ou menos estúpida de se abrir uma loja de bicicletas.

wandson-2

A bicicleta foi baptizada pelo Pedro Candeias, que mais tarde acabou por a comprar, tendo-a passado para as mãos do Wandson. Quase cinco anos depois, voltou a casa mais ou menos como partiu, mas em pior.

Sai daqui agora de cara lavada, em excelente companhia.

//

Wandson’s old racer has a long story.

This bike was one of our personal rides few years ago and it was after experiencing some difficulties to find good looking vintage parts to this and other similar bikes, that we decided to open a shop dedicated to classic cycling. 

brompton-2sl

Depois do Velho Lau ter sugerido uma Brompton para o Inverno, passamos agora os comandos da máquina de escrever ao Homem sem um Nome com Três Letras, que nos traz uma versão feita a pensar em deslocações rápidas na cidade.

“Configurei esta 2SL porque tenho uma estatura comedida e estou habituado a andar em bicicletas de estrada. A escolha do tipo de guiador S (posição mais baixa e “desportiva”) faz por isso todo o sentido. 

Habituado que estou a andar muitas vezes em single-speed, e porque a simplicidade é algo que me atrai, escolhi o modelo com apenas duas mudanças – mais que suficiente para as situações que uma pessoa minimamente em forma encontra na Invicta. Esta opção também torna o conjunto mais leve.
Guarda-lamas e iluminação. Para quem anda de bicicleta todo o ano, são mais do que um acessório, uma necessidade, até porque a iluminação é obrigatória e assim nunca a vamos esquecer em casa ou ficar sem bateria.
O Game Bag cumpre de forma excelente as necessidades de transporte diárias, reforçando o estilo tendencialmente clássico que habitualmente impera nas minhas escolhas, mas, ainda assim, fazendo um contraste divertido com a cor mais alegre do quadro.”

Etiquetas:, , , , , , ,

cargo-bike-box

Mais uma semana a arrancar, mais uma Segunda-feira de trabalho na Cargo Bike da nossa colaboração com a OSOB.

Na semana passada, o quadro ficou praticamente na sua forma final e hoje já contávamos mostrar a pintura, mas o Edu decidiu virar-se à caixa de madeira, onde temos ainda pela frente muitas horas de trabalho.

A caixa ficou com a forma que podem ver nas fotografias, tendo levado uma primeira camada de verniz. Agora faltam os acabamentos, fase para a qual temos algumas brincadeiras pensadas.

triplo-cargo-bike

Entretanto, foram feitas mais algumas peças personalizadas para este projecto. Esperamos conseguir mostrar o quadro com a pintura de base e algumas destas peças ainda esta semana.

//

A new week starting, another Monday working on our collab with OSOB.

With the frame almost ready, we were planning to show some pictures of the first layer of paint, but Edu spend the day building the box and couldn’t wait to share the first results.

The box is assembled and already had the first layer of varnish. We are planning to do something really cool with the box, and only need to figure out the proper way to do it. 

Hopefully we’ll post in the next few days some pictures of the painted frame and some extra parts custom made to this bike.

Etiquetas:, , , , , , , ,

capri-vitoria-2

Caros amigos, o que faz uma bicicleta única é o ciclista e não é por as Capri Berlin serem o que sucesso na vossa loja de bicicletas preferida, que vão deixar de ser muito especiais.

A verdinha da Vitória, apanhada um destes dias na Megastore dos Anjos, é linda.

//

This is Vitória and her new Berlin, a very special bike from Capri.

Etiquetas:, , , , , , ,

mission worshop transit

Ontem, o mais pequeno Lau teve a companhia de uma _____________________ (introduzir nome do feto assim que a malta do FlowerChecker o identificar) na parte da frente da velha raposa.

A fotografia foi tirada à saída da feira de velharias de Matosinhos, que se realiza ao quarto domingo de cada mês. É uma das melhores que conhecemos e tem o bónus de andar sempre por lá o homem dos discos, que também costuma estar na Vandoma.

A ____________________ vai muito bem instalda no saco Transit da Mission Workshop (ver aqui e aqui), preso a um porta-cargas Steco Flow.

O rebento vai muito bem instalado numa cadeira Bobike One, a versão minimalista da marca, à qual se vai juntar o respectivo pára-vento assim que a brisa fria de Outono vier para ficar. O capacete é um Bern Nino.

Para manter tudo equilibrado, instalou-se um descanso duplo Velo Orange e uma mola estabilizadora da roda da frente.

O conforto do pai é garantido pelo selim B17 e pelos punhos Plump, ambos da Brooks England e a segurança por um cadeado Kryptonite.

//

This past weekend Little Lau had the company of a _____________________ (insert plant name as soon as the good folks at FlowerChecker reply to my request) on the front carrier, putting the Mission Workshop ‘weekender‘ bag to good use.

Etiquetas:, , , , , , , ,

ines-3

A Inês teve um problema com um cadeado. Coisa flexível, bicicleta roubada.

Um infortúnio que ditou a compra de uma bicicleta nova, uma Classic da portuguesa Órbita, desta vez devidamente artilhada com um cadeado como os cadeados devem ser, um Kryptonite, pois está claro.

//

This is Inês and her new Órbita at our Lisbon Megastore. 

Etiquetas:, , , , , , , , ,

coluer-landscape

O Jorge, bom amigo e nosso vizinho do forno comunitário e da Cicloficina aqui em Los Anjos, lembrou-se de fazer o Pedalanças numa bicicleta de suspensão total.

Com a potência que a pedalada deveria render a perder-se a cada pincho, o Jorge lá achou que estava na hora de encontrar uma bicicleta mais apropriada para pedalar nos 210 quilómetros dedicados às bicicletas que a cidade de Lisboa quer ter e também para as eventuais fugas estrada fora.

A escolha saiu um bocado fora do nosso catálogo “oficial”, coisa a que até estamos habituados, e caiu numa Coluer Landscape 700c. É uma bicicleta bastante desmultiplicada, pronta para tornar a Lisboa plana ou quase, com uma posição de condução confortável e com dois porta-cargas.

//

Jorge, a good friend and neighbour from the “Los Anjos” comunal oven and cycle kitchen, replaced a full-suspension mountain bike with this new Coluer Landscape 700c.

It’s a straight forward urban bicycle with loads of gear options, ready to flatten Lisbon!

 

Etiquetas:, , , , , , , ,

winter-brompton

Um dos principais atractivos das Brompton é o de serem bicicletas muito simples, mas cheias de possibilidades. É por isso normal que, antes de escolheres a tua Brompton, passes algum tempo para trás e para a frente no configurador da marca.

Aqui com os vossos duendes não tem sido diferente e por isso mesmo vamos tentar mostrar, numa série de postais, aquelas que são as Brompton perfeitas para o estilo de vida de cada um de nós.

O Lau foi o primeiro a enviar um textinho com sua escolha para a redação da Gazeta do Ciclista, com o título “Uma Brompton para o Inverno”.

“Tenho actualmente duas bicicletas às quais dou bom uso. Uma de estrada, para treinar ou para os dias em que tenho mais pressa e uma outra mais clássica, de cidade, com porta-cargas frontal, onde me desloco diariamente e que serve também para ir às compras ou transportar o mais novo Lau. Estou também a montar uma single-speed para  dar umas voltas aqui por Matosinhosdam e para esticar as pernas.

Está a chegar o Inverno e vão ser algumas as vezes em que vou pensar duas vezes antes de levar a bicicleta para a loja do Palácio, se estiver a chover no momento de sair de casa. Uma bicicleta como a desta configuração resolvia o problema. Está a chover? Vou de Metro ou autocarro (porta a porta). Parou de chover? Vou de bicicleta.

Para mim, esta será fundamentalmente uma bicicleta de inverno. A verdade é que, apesar de legal e recomendado para vencer cotas,  não gosto de levar nenhuma das bicicletas que tenho no Metro, porque são grandes e me obrigam a viajar em pé.

Esta M3L, com uma posição de condução intermédia, guarda-lamas, o conforto e grip adicionais dos Schwalbe Marathon e as 3 mudanças a que já estou habituado, é uma bicicleta excelente para o tempo de chuva. O O-Bag é um complemento perfeito, espaçoso e impermeável. Podia ter escolhido uma cor mais alegre e que a tornasse mais visível nos dias mais cinzentos, mas esta Tempest Blue fica a condizer com o espírito da montagem.”

//

This set of posts is about the personal choices of our team when building a Brompton.

Lau was the first to send a text, choosing a Brompton equipped for the winters in town and to be used as a more “intermodal” alternative to his dutch bike in his long commutes between Matosinhos and Porto. 

Etiquetas:, , , , , , ,

speed-5-2

O Celestino, quando cá veio, apaixonou-se pela Pashley Speed 5, que tem, desde há uns tempos para cá, sido a nossa bicicleta de montra no MMM (podem vê-la na fotografia, ali penduradinha).

O tamanho que temos normalmente em stock é um 57. Não é pequeno, mas é um dos mais vulgares para este modelo. Ficámos assim um pouco surpreendidos com a necessidade de encomendar um 62 para o Celestino, mas depois de ele experimentar a bicicleta, ficámos com s dúvidas tiradas. É o tamanho perfeito e tem um extra exótico, que é o tubo superior duplo.

Sobre a bicicleta, há pouco a acrescentar ao que já temos dito por aqui. Uma obra de arte, feita artesanalmente no Reino Unido com tubos Reynolds 531. Podem conhecê-la melhor aqui.

O Celestino pediu algumas alterações, como virar o guiador ao contrário, para… ficar direito, a substituição das fitas de guiador pelos punhos Brooks Slender e  a troca do selim Brooks Swift preto de origem por um mais confortável B17 Special, ao qual foi acrescentada a bolsa Challenger, também da Brooks.

//

This is Celestino and his new Pashley Speed 5, a hand-made piece of British cycle-jewellery. We normally stock a 57cm bike and were a bit surprise when Celestino requested a double top-tube 62cm, but it fitted perfectly.

Etiquetas:, , , , , , , , ,

Como podem ver pelo ritmo das publicações, estas últimas semanas têm sido agitadas por aqui pelas Megastores dos duendes. Como diz o outro, parece que agora que o pessoal voltou de férias, é que começou a época alta.

As oficinas não têm tido tréguas e se há momentos dos quais os duendes gostam, são estes em que se sai do buraco para arejar as ideias.

Este filme, muito mal amanhado e filmado com um telemóvel, não faz justiça ao trabalho que está a ser feito com este tandem Pashley. A ideia era mostrar ao Abílio o estado do Tourmaster (ver aqui) antes de se começar a fase final do trabalho. O Edu tem passado bastante tempo com o Abílio à volta deste projecto e estava mortinho por lhe mostrar o bicho a andar.

O slow motion manhoso deve-se à rapidez com que o Edu passou a pedalar. A música é que já é outra cantiga e foi roubada ao nosso querido Bantani, para disfarçar a fraca qualidade da imagem.

O que interessa, é que isto é tudo muito relaxante, talvez por não haver carros parados no parque em frente à Megastore, o que até há poucas semanas seria considerado um pequeno milagre.

//

This is just a very short and very low quality film to update Abilio on the status of his new Tourmaster. Edu was very happy to have the beast finally working and wanted to share the good news.

Etiquetas:, , , , , , , , ,

Página seguinte »